Brinde da rodada!

O brinde da rodada ocorreu no segundo encontrão de grupos, tem como objetivo reforçar o conceito de união dentro do grupo. Somente juntos poderemos continuar crescendo. Juntos somos fortes! Então, vamos brindar meu povo!

Nosso encontrão foi 100!

Galera, estou feliz demais com o resultado de Nosso Encontrão, que superou qualquer previsão das mais otimistas que poderíamos ter, foi muito bom estar com todos vocês, receber as 102 pessoas que prestigiaram nosso evento e confiaram nosso trabalho.

Em especial gostaríamos de agradecer a Eva Naide, Uey Delle, Greise Maia, Bárbara Andrade representando a Banda Sambarrier, pela parceria em oferecer nossos Brindes, e fazer divulgação de seu trabalho conosco, estamos aguardando material e em breve começaremos essa divulgações e Miriã de Jesus, lembrancinhas espontâneas.

Gostaria de dizer também que com “boom” de participação, fez diminuir nosso tempo com com cada de vocês, mas vamos trabalhar muito, para que possamos melhorar cada vez mais e superarmos sempre todas expectativas.

E como não poderia deixar de ser, valeu equipe lindaaaaa! Amo vocês!!!

Nosso muito obrigado a todos!!!! Vocês são show!!!!!

Para entrar no grupo Gordinhas Lindas da Bahia, clique aqui.

Por Carla Leal.

Conceito de beleza

Olá!

Hoje é nossa primeira edição do Artigo GG, e num grupo com a linha de trabalho que temos, que é a valorização do universo GG o primeiro tema não poderia ser outro além do preconceito da sociedade para com as pessoas acima do peso.

Porém quero abordar esse assunto com um ótica diferente, tendo em vista que o mesmo encontra-se bastante desgastado e discutido sempre exaustivamente.

O preconceito com universo GG tem vem do fato das pessoas acimas do peso não se encaixarem dentro do padrão de beleza que é ditado pela mídia em geral. Mais de onde nasceu esse conceito? O que é beleza? Como se formou um conceito de culto ao corpo?

É um bem extenso, porém tentarei trazer pra vocês um breve resumo de como isso acontece e provar que a “beleza” nada mais é o que um conceito e ele pode tanto mudar com o tempo ou simplesmente pela localização geográfica.

Foucault falou que a beleza são esquemas, ou seja, um conceito imposto pela cultura, sociedade e grupo social, nada além de uma sujeição milenar.

Durante o tempo o corpo vem ganhando novo significado, tomando como ponto inicial a idade clássica que foi onde o corpo começou a ser visto como fonte de poder, conforme o tempo passou ele foi ganhando novos significados, principalmente na arte.

Na Grécia clássica o corpo tinha como objetivo o desempenho do poder político, já na Grécia antiga a personificação da beleza estava ligado ao corpo masculino o que não se aplicava para a figura feminina que era vedada desde os exercícios físicos quanto da maquiagem, tudo isso era considerado desonestidade e trapaça. A figura feminina permaneceu demonizada na era cristã, na idade média e no renascimento. Tudo a que era relacionado a beleza feminina era sinônimo de mentira, à astúcia, ao engano e à perdição, um mal, associada à queda e à satã, à arma do diabo. No final do renascimento os artistas da renascença redescobriram a graça de Vênus, das deusas, inverteram a lógica grega e exaltaram mais o corpo feminino do que o masculino.

A partir do século XX alguns fatores como a expansão empresarial, industrial e da grande mídia contribuem para o culto ao corpo belo, As revistas femininas e masculinas funcionam como meios de difusão social das práticas estéticas, aliando valorização do cuidado corporal ao consumo, reforçando que a sociedade capitalista constrói os sentidos de seus corpos sobre os conceitos de produção.

O que podemos perceber é que a Beleza é um conceito e não um padrão, e pode sim ser mudado, como veio se reformulando ao longo dos anos.

Prova de que a Beleza não passa de um conceito é a Mauritânia onde apenas mulheres extremamente obesas são consideradas belas e consegue casamento, as meninas são engordadas na puberdade para que consigam um bom casamento. O tamanho da mulher é associado ao espaço que ela ocupara no coração do marido.

Por Daniel Renato, colunista do grupo no facebook Gordinhas Lindas da Bahia.

2 ° ENCONTRO DE GRUPOS DE GORDINHAS – BAHIA

Neste  domingo será realizado 2 ° encontro de grupos de gordinhas – Bahia.

Local: Arena da Lambreta- Mouraria – Salvador – Bahia.

Hora: 12 hs.

Parceiros:

Gordinhas Lindas da Bahia, Gordinha sim Gostosa sempre e Gordelicias do meu Brasil.

 

Gordinhas lançam campanha “fatkini” e driblam padrões de beleza

Com os dias quentes de verão no Hemisfério Norte, muitas mulheres decidiram participar de uma nova moda que promete se tornar “febre” na internet. Batizada de “Fatkini”, a ideia é que as mulheres acima do peso deixem a vergonha de lado e posem de biquini para mostrar suas curvas.

Mulheres de vários países estão dando um banho de autoestima nas redes sociais e se mostram orgulhosas do seu corpo, que fogem aos ‘padrões de beleza’. A ideia é valorizar o corpo feminino das modelos plus size.

Além de ajudar a melhorar a auto estima das ‘modelos’, a ideia é incentivar a criação de roupas em tamanhos maiores.

Fonte: Correio da Bahia.

Diga não à gordofobia

Direto do facebook

Plus size posta foto de lingerie e recebe comentários gordofóbicos

Para psicóloga, gordofobia é consequência da ‘ditadura da beleza’ atual.

Ciberbullying contra modelo causou indignação de amigos na web.

A plus size de São José do Rio Preto (SP) Evelise Nascimento, de 24 anos, encarou o trabalho como modelo de lingerie com naturalidade. Trabalhando na área há quase dois anos, já venceu concursos de beleza GG e faz diversos trabalhos de moda. O que não poderia prever é que, ao postar na internet as fotos de um desses ensaios, no início deste mês, seria alvo de ciberbullying e comentários gordofóbicos.

Segundo ela, tudo começou com um recado anônimo. Nele, a mulher dizia: “me diga, se você visse fotos de meninas de calcinha e sutiã acharia normal? Não acho legal meus filhos vendo fotos de meninas magrinhas, também não os quero vendo de cheinhas. A sociedade é assim, por mais que você tente mudá-la é quase uma luta perdida”. As fotos citadas eram de bastidores de um ensaio fotográfico para um catálogo de cunho comercial, sem nenhum apelo sexual. O comentário gerou revolta ao ser compartilhado por ela em seu perfil na internet, como forma de protesto.

 

Quando leu o comentário, Evelise não se importou, mas ao perceber o preconceito disfarçado, logo copiou o comentário e postou em sua página para “declarar guerra” ao preconceito. “Uma pessoa anônima dizendo que ver fotos de mulheres cheinhas de calcinha e sutiã não é normal? Ela nunca viu um catálogo de lingeries por acaso? Não são sensuais, apenas são fotos de roupas de baixo. Mas depois percebi que era o preconceito disfarçado de “cuidado com os filhos”. A frase que ela escreveu no final me fez pensar nessa tal sociedade preconceituosa que ela faz parte. Estou fora do “padrão Gisele de ser”, represento as mulheres que sofrem diariamente preconceito por se aceitarem ser gordinhas”, comenta a modelo.

Para Evelise, esta foi uma forma de manifestar a gordofobia, termo usado para indicar pessoas que tem preconceitos com pessoas acima do peso. “Fotografar com lingerie mesmo tendo um corpo avantajado é o que realmente muitos acham loucura, mas digo que fotografar só de calcinha e sutiã ė uma arte, exige muito do profissional, para buscar o melhor ângulo e também da modelo, para ter o equilíbrio entre o sensual e o vulgar. Nunca fui vulgar. Se alguém julgar assim, está sendo preconceituoso”, diz Evelise.

Outro comentário veio de um rapaz que disse: “desfiles de mulheres plus size nada mais é do que celulites ambulantes”. “Quando eu namorava, já ouvi dizerem “o que será que esse cara tá fazendo com essa gorda?”. Outra enviou um recado a um ex dizendo “tá namorando uma plus size, é?”, mas falando de maneira grosseira. Não entendo como pode existir tanta gente preconceituosa”, conta a modelo, que aproveitou o manifesto #lingerieday, na última quinta-feira (31), para reforçar a campanha de aceitação. “Temos que aceitar o corpo que temos e se preocupar mais com saúde do que com beleza. Se somos gordinhas, mas somos saudáveis, não tem porque recebermos tantas ofensas”, finaliza.

Quer ler a matéria completa, clique aqui.

Fonte: Globo.com

 

A gordinha de julho

A gordinha selecionada para o mês de julho é a Claudiane.

Fale um pouco sobre você:

Sou Pernambucana, casada e adoro fotografar.

Linda!

Mulher Fatal!

Uma frase: Quem disse que precisa ser magra para ser linda?!

Direto do facebook

Gostar de gordinha não é ter uma tara e sim uma preferência!

Ex-paquita Ana Paula ‘Pituxita’ participa de desfile plus size

Ana Paula ‘Pituxita’ participou na noite desta segunda-feira, 28, de seu primeiro desfile plus size. A ex-paquita explicou que já desfilou muito durante em sua carreira e que a empolgação de agora é a mesma de antes. “A minha autoestima continua a mesma. Estou feliz em ter recebido essa proposta. Então vou dar o meu melhor para ser a garota Acqua Rosa e que eles tenham sucesso com isso”, disse.

Ana falou ainda quer seguir a carreira como modelo plus size mesmo após fazer uma cirurgia plástica, planejada para breve. Ela ganhou a cirurgia de presente recentemente, mas seu médico a aconselhou a perder um pouco de pedo antes de se submeter ao procedimento. “Pretendo seguir a carreira, sim. Entrei até em contato com a médica que me deu a cirurgia e ela faz muitas modelos plus size, então quero tirar só os excessos, mas vou continuar sendo plus size. Espero que renda muitos frutos”, disse ela.

Quer ler a matéria na íntegra, acesse: Ego.globo.com